Content on this page requires a newer version of Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player



Nossa Missão

”A Luz veio ao mundo, mas os homens amaram mais as trevas do que a luz.” (João 3,19).

O mundo decaído sob o pecado não soube reconhecer Jesus. Podemos dizer isso não somente no tempo em que Jesus esteve na terra, mesmo hoje, depois de a Igreja ter levado a Luz por quase todo o mundo, muitos ainda não O amam e vivem como se não O conhecessem.

Eis então a nossa missão: Levar ao mundo a Luz que é o Cristo, Amar essa Luz que não foi amada, e em outras palavras ser o Cristo, ou seja, ser o Amor, ser a Luz.

Jesus disse, enquanto estou no mundo eu sou a Luz do Mundo (João 9,5), Ele veio a fim de que pudéssemos sair das trevas e aprender com a Luz: “Enquanto tendes a luz, credes na luz, e assim vos tornareis filhos da luz” (João 12, 46).

E como amar esse Deus e assim se tornar também filhos da Luz? Do próprio Amor temos novamente a resposta, que nos foi dada em João 14, 21-23: “Aquele que tem os meus mandamentos e os guarda, esse é que me ama. E aquele que me ama será amado por meu Pai, e eu o amarei e manifestar-me-ei a ele... Se alguém me ama, guardará minha palavra e meu Pai o amará, e nós viremos a ele e nele faremos nossa morada”.

Seguir os mandamentos de Deus é o maior testemunho de nosso amor por Ele, do qual queremos manifestar através de nossa consagração de vida, vivendo a pobreza para nos tornarmos pobres como Ele; vivendo a obediência para nos tornarmos obedientes como Ele foi obediente até a morte e morte de Cruz; vivendo a Castidade afim de que testemunhando a castidade de Cristo possamos semear a paz e a sadia convivência.

Nossa missão é também ser sal. Dar sabor ao mundo que por ter desprezado a Luz, perdeu o seu sentido e o gosto pela vida, e hoje vagueia em busca de algo que preencha o vazio de sua alma. Ser sal para nós é também resgatar os valores da Igreja, uma vez que o Sal preserva da corrupção e simboliza a fidelidade, queremos ser fiéis ao magistério, devolvendo no mundo os valores que Ela nos ensina. Já que hoje a sociedade moderna despreza os seus valores e ensinamentos, precisamos como profetas, sermos o sal para não deixar que apodreça e se perca o que o Amor veio ensinar ao mundo.

Resgatar os valores da Igreja é também reconciliar o mundo com o sagrado, com o mistério, manifestado primeiramente no Sacrifício Eucarístico de Cristo e em toda liturgia.

“Se guardardes meus mandamentos, sereis constantes no meu amor” (João14,10). Uma das funções mais importantes do sal, além de dar sabor, é conservar. Portanto como sal precisamos perseverar no amor de Deus, sermos decididos e constantes no segmento dos mandamentos. Através do testemunho de vida e de retiros e aprofundamentos, temos como missão, levar os cristãos que já encontraram a luz, a também perseverarem na Luz.

"Eis meu servo muito amado, a quem eu sustento, ele é meu escolhido, nele tenho meu agrado. Eu coloquei sobre ele o meu Espírito, para que leve às nações a justiça. Ele não grita, nunca eleva voz... não quebrará o caniço rachado, não extinguira a mecha que ainda fumega... Eu o Senhor o chamei a justiça, tomei-o pelas mãos, e lhe dei forma, e o coloquei como aliança de um povo e luz para as nações; para abrir os olhos aos cegos, para tirar do cárcere os prisioneiros e da prisão aqueles que vivem nas travas...” (Isaías 42,1-9).

Estas palavras de Isaías 42 foram para nós como o primeiro envio do Senhor, tivemos a certeza de que Ele nos dava a missão de mostrá-lo ao mundo, para que o mundo seja salvo pela Luz e pelo Sabor de Jesus. Que Cristo fosse redescoberto em cada coração, sua Luz espalhada e a humanidade reconciliada com seu Criador. Portanto devemos levar a justiça, lutar pelos pobres, e arrumar todos os meios possíveis para que o mundo encontre a Luz e permaneça na luz.

Nossa missão de Sal e Luz é uma missão de profeta, o profeta Luz que anuncia o Cristo, mas também o profeta Sal que ajuda os Cristãos a perseverarem no Amor de Cristo. AMAR e ajudar o mundo encontrar o Amor é ser Luz, pois Deus é Amor.

FAZER DEUS AMADO pelos homens e que os homens permaneçam no amor é ser sal. O sal que se oferece e desaparece a fim de salgar e dar sabor naquilo que ele foi jogado. AMAR E FAZER DEUS AMADO é ser SAL E LUZ, o sal do sacrifico que humildemente desaparece, que é eliminado, nas lágrimas, no suor, na saliva da profecia... E a luz que resplandece não o que somos, mas o que portamos: O Cristo que habita em nós.

Copyright © 2009-2017 Comunidade Sal e Luz. Todos os Direitos Reservados.